Sabado

Quando alguém diz “a culpa não é minha” agente sempre desconfia. Eu sou um rapaz humilde, dou meus pulos desenvolvendo software mas quando o negocio vai pra hardware eu sempre pendo trinta vezes antes de perguntar alguma coisa com medo de ser algo trivial.

Hoje é sábado e apesar do sol escaldante estou me recuperando de uma gripe furiosa. Semana passada foi de f£€^#* o c€ do palhaço e com 28 graus ao meio dia e menos de 10 voltando pra casa, o corpinho do boneco aqui não agüentou.

Bom… Mas nem estando doente me pouparam de trabalhar neste belo sábado.

O cliente nos forneceu um hardware e um programa de teste em formato binário que rodava perfeitamente. O problema é que quando carregava o meu programa na placa, não funcionava muito bem. Aliás, nada bem.

Foi quando indaguei da possibilide de olhar o código fonte do programa do cliente. E adivinhem so?

TCHAN TCHAN TCHAN!!!!!

O código fonte é diferente do que nos foi enviado em formato binário. Outro programa, outra placa talvez?

O certo é que descobrimos isso hoje. Sábado. Dia do segundo jogo da seleção japonesa (que alias ninguém falou nada sobre isso). A data de entrega do projeto era próxima sexta. Isso antes de descobrirmos que o programa era diferente. Adivinhem a nova das de entrega?? A mesma. Nada mudou.

Eu nem cheguei a dizer “a culpa não é minha”, mas claro que me fizeram vir hoje porque estavam todos me culpando por que o programa não rodava.

Assim são os japoneses. Trabalham mais de 12 horas por dia, trabalham sábado e as vezes domingo e ainda nem dão bola pra copa do mundo.

Sem copa não dá.
Já estou pensando em voltar. 😉

Advertisements

About Anderson Passos

Anderson teaches ICT and career related courses and is always searching for new ways of using technology in the classroom (for good or bad). His research interests include CRS, CALL and signal processing, among others.
This entry was posted in This is Japan, Work and tagged , , , . Bookmark the permalink.