Sabado

Quando alguém diz “a culpa não é minha” agente sempre desconfia. Eu sou um rapaz humilde, dou meus pulos desenvolvendo software mas quando o negocio vai pra hardware eu sempre pendo trinta vezes antes de perguntar alguma coisa com medo de ser algo trivial.

Hoje é sábado e apesar do sol escaldante estou me recuperando de uma gripe furiosa. Semana passada foi de f£€^#* o c€ do palhaço e com 28 graus ao meio dia e menos de 10 voltando pra casa, o corpinho do boneco aqui não agüentou.

Bom… Mas nem estando doente me pouparam de trabalhar neste belo sábado.

O cliente nos forneceu um hardware e um programa de teste em formato binário que rodava perfeitamente. O problema é que quando carregava o meu programa na placa, não funcionava muito bem. Aliás, nada bem.

Foi quando indaguei da possibilide de olhar o código fonte do programa do cliente. E adivinhem so?

TCHAN TCHAN TCHAN!!!!!

O código fonte é diferente do que nos foi enviado em formato binário. Outro programa, outra placa talvez?

O certo é que descobrimos isso hoje. Sábado. Dia do segundo jogo da seleção japonesa (que alias ninguém falou nada sobre isso). A data de entrega do projeto era próxima sexta. Isso antes de descobrirmos que o programa era diferente. Adivinhem a nova das de entrega?? A mesma. Nada mudou.

Eu nem cheguei a dizer “a culpa não é minha”, mas claro que me fizeram vir hoje porque estavam todos me culpando por que o programa não rodava.

Assim são os japoneses. Trabalham mais de 12 horas por dia, trabalham sábado e as vezes domingo e ainda nem dão bola pra copa do mundo.

Sem copa não dá.
Já estou pensando em voltar.😉